segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Sesc lança Programa Ecos no Rio de Janeiro

Mauro Lopez Rego – Diretor Regional do Sesc/RJ
Foto: 
Claudia Dantas

Nos dias 18 e 19 de novembro foi lançado, no Departamento Regional do Sesc no Rio de Janeiro, o Ecos – Programa de Sustentabilidade CNC-Sesc-Senac. A implantação do programa na Sede Administrativa e nas unidades Madureira e Tijuca faz parte do Plano de Metas da Intervenção, demonstrando a importância estratégica da sustentabilidade no ambiente institucional. Inicialmente, o programa foi implantado nestas duas Unidades Operacionais, contudo, após um ano, será gradativamente implantado nas 18 unidades operacionais no estado.

Grupo Gestor – Sede Administrativa
Foto: 
Claudia Dantas
Grupo Gestor – UO Madureira
Foto: 
Helio Melo
Grupo Gestor – UO Tijuca
Foto: 
EESB Jr.

O processo de implantação do programa foi composto por cinco fases subsequentes fundamentais: estruturação do grupo gestor, capacitação, diagnóstico, planejamento e lançamento. Em 2015, o grupo gestor pretende executar diversas ações internas, dentre as quais destacamos: Diagnóstico de Saneamento Ambiental; Curso Compras Sustentáveis; Curso Construções Sustentáveis; Oficina de Aproveitamento Integral de Alimentos; Oficina de horta caseira; Semana Mundial do Meio Ambiente; Campanhas para reduzir consumo de papéis e copos de descartáveis.

Mario Saladini – Gerente de Sustentabilidadedo Sesc/RJ
Foto: Helio Melo

A abertura do evento ficou por conta do Diretor Regional do Sesc, senhor Mauro Lopez Rego. Em sua fala o diretor ressaltou a importância do tema para instituição, bem como a necessidade urgente de acompanharmos e controlarmos os impactos socioambientais resultantes de nossa operação. Em seguida, o Gerente de Sustentabilidade, Mario Saladini, apresentou a missão, objetivos, processo de implantação, principais projetos e resultados alcançados pelo Programa Ecos.

Ricardo Voltolini – Ideia Sustentável
Foto: Claudia Dantas

Com o objetivo de sensibilizar e informar os funcionários, Ricardo Voltolini, diretor-presidente da Ideia Sustentável, proferiu palestra sobre os "10 grandes desafios de sustentabilidade empresarial". Ao final do evento, todos os funcionários foram convidados a degustarem um buffet de Aproveitamento Integral de Alimentos, o qual utiliza folhas, talos e outras partes de alimentos que seriam descartadas.

Foto: Claudia Dantas
Aproveitamento Integral de Alimentos
Foto: 
Claudia Dantas

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

CNC faz parte de grupo que discute a sustentabilidade

A CNC integra, agora, o Núcleo de Estudo Temático em Sustentabilidade, da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). Criado em parceria com a Business School São Paulo (BSP), o grupo tem como objetivo debater questões relacionadas à sustentabilidade e auxiliar as organizações em seus projetos e processos. Para o superintendente-geral da Fundação, Jairo Martins, é possível ser sustentável e gerar lucratividade; e esse é o grande desafio da atualidade.


O primeiro encontro foi realizado em 5 de agosto. Estiveram presentes, representando a CNC, os assessores Leonardo Fonseca (GPE) e Cristiane Soares (AGR), ambos integrantes do Ecos - Programa de Sustentabilidade CNC-Sesc-Senac.


Durante o encontro, diversas discussões foram levantadas, entre elas a criação de um novo modelo mental. “Estamos diante da metáfora da mutação, que vai revolucionar o próprio sentido da atividade empresarial, para que a excelência se traduza em prosperidade coletiva e o crescimento não vá além da fronteira da sustentabilidade. Perceber, refletir, inovar, agir e mudar é o novo desafio da gestão da Organização 2030”, afirma Jairo Martins.


Além disso, o professor Sergio Luiz Pereira, do BSP, levantou o questionamento “como ter uma atividade econômica, se temos uma sociedade doente?”. De acordo com ele, o prejuízo causado não afeta só a natureza, mas também o próprio ser humano. Para Sergio, é preciso investir especialmente no homem, mais do que em máquinas e tecnologia. “Precisamos pesar as dimensões do indivíduo, as corporativas e as do poder. Embora possa parecer uma utopia, a humanidade poderá desenvolver um modelo de sociedade ambientalmente responsável e mais fraterno que o atual”, conclui.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Programa Ecos chega ao Sesc Centro – Sergipe

Foto: Maria Odília

Com a participação dos colaboradores o Sesc lançou oficialmente na última quinta-feira, 05/06, na Unidade Centro, o Programa Ecos de Sustentabilidade Ambiental. Na oportunidade a coordenadora regional do Programa, Rita Simone Barbosa Liberato, apresentou o trabalho que vem sendo realizado desde 2012 na sede administrativa da instituição, período em que foi implantado o Ecos em Sergipe.

Durante a apresentação a coordenadora destacou as atividades executadas nos últimos dois anos, as ações rotineiras do grupo gestor, a programação prevista para este ano, os indicadores referentes ao consumo de recursos e o resultado financeiro alcançado desde a realização do Programa.

O Programa Ecos de Sustentabilidade Ambiental é uma iniciativa da CNC-Sesc/Senac, implantada em 2010 no Rio de Janeiro, sob a coordenação do criador do projeto, o designer e ambientalista Mário Saladini.

Desde então os Departamentos Regionais do Sesc passaram a ser estimulados a conhecer e desenvolver o mesmo trabalho em seus Estados, com o objetivo de promover um conjunto de ações planejadas e continuas, para a mitigação dos impactos relacionados às atividades da instituição, que possam representar riscos ao meio ambiente ou à sociedade.

“Sergipe foi o primeiro Regional a implantar o projeto e o Sesc Centro a primeira unidade operacional a recebê-lo”, disse a coordenadora, incentivando os funcionários da instituição a abraçar o projeto e colocá-lo em prática rotineiramente no ambiente de trabalho e na família. “Com frequência ouvimos depoimentos de colegas sobre a mudança de hábitos a partir da implantação do Ecos e de todas ações educativas que estamos sistematicamente desenvolvendo na empresa”, completou Rita Simone.

Após a apresentação dos indicadores do Programa Ecos, a parteira, benzedeira e erveira de Poço Redondo - sertão sergipano, Dona Josefa da Guia, falou sobre os saberes tradicionais das ervas medicinais e seus benefícios para uma vida saudável, mobilizando a plateia com seus conhecimentos ancestrais originários da Serra da Guia, lugar místico, que abriga orquidário e herbário nativos da região.

Em seguida o grupo de teatro “Coletivo de Atores Educadores”, fez uma intervenção bem humorada sobre uso consciente dos recursos naturais e a importância de utilizar o kit eco sustentável, formado por duas canecas, uma sacola retornável e um bloco reaproveitável de rascunho, distribuído com todos os funcionários.

E para coroar o êxito do Programa em Sergipe e sua ampliação, o Sesc encerrou a programação da tarde brindando os convidados com o show do violeiro e cantador Heitor Mendonça, no hall da Unidade Centro.



Fonte: Sesc Sergipe


segunda-feira, 19 de maio de 2014

Campanha Jogue Certo

A campanha Jogue Certo, lançada pela CNC, tem o objetivo de ajudar os colaboradores a descartar corretamente os resíduos e contribuir efetivamente com a coleta seletiva do Programa Ecos. A ação incentiva a atitude consciente e lembra que as lixeiras das salas são destinadas ao recolhimento de papel, plástico, vidro ou metal (secos). Qualquer resíduo orgânico ou material não reciclável deve ser descartado nos coletores de cor cinza das copas e dos corredores. Outros materiais recicláveis, como embalagens de biscoito, copos de iogurte, latas e garrafas – usados –, devem ser descartados nos coletores de cor azul, localizados nas copas e nos corredores.

Fique atento e procure descartar corretamente, contribuindo para a destinação ambientalmente correta dos resíduos e beneficiando dezenas de cooperativados!

(Clique para ampliar)



quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Programa Ecos na revista Geração Sustentável

Segue abaixo, entrevista à revista Geração Sustentável (Edição 35 – Novembro de 2013) sobre a experiência do Programa Ecos, como contribuição do setor do comércio para a sustentabilidade:


terça-feira, 8 de outubro de 2013

A vez de Goiás

Em continuidade à implantação do Programa Ecos nos Departamentos Regionais do Sesc, foi realizada, no período de 30/9 a 2/10/2013, a segunda etapa de cooperação técnica para capacitação do grupo gestor do programa em Goiás. Nesse momento, o objetivo foi apresentar, aos gestores, o cenário (sem precedentes) de crise ambiental em que o mundo encontra-se, os principais marcos históricos relacionados à temática, as perspectivas de trabalho em sustentabilidade corporativa e, também, todas as informações e procedimentos inerentes à sistematização do Programa Ecos na sede administrativa.

Apresentação para diretores e gerentes – Sesc/GO

Após conclusão dessa segunda etapa, os gestores relataram diversas ações que o Departamento Regional do Sesc em Goiás realiza periodicamente, contribuindo para a difusão e assimilação do conhecimento em meio ambiente. Uma dessas ações, prevista para acontecer no período de 17 a 19 de outubro, no Sesc Faiçalville, é a 2ª Feira Sesc do Meio Ambiente. Com entrada franca, a feira visa "estimular a mudança de práticas, atitudes e a formação de hábitos ecologicamente corretos, a partir da democratização do acesso às informações".

O evento contará com a palestra do renomado jornalista ambiental Washington Novaes, exposição de materiais sustentáveis, apresentações artísticas que abordam temas como uso consciente da energia e água, preservação do meio ambiente e reciclagem. Além disso, serão instalados Pontos de Entrega Voluntária (PEV) para o recolhimento de pilhas, baterias, lâmpadas e óleo de cozinha usado.

As escolas que tiverem interesse em agendar turmas de alunos para visitar a Feira podem entrar em contato com a organização do evento pelo telefone: (62) 3522 6325.

2ª Feira Sesc do Meio Ambiente
Data: 17 a 19 de outubro
Horários: 17/10 – abertura às 19h30
18/10 – 9h às 17h
19/10 – 9h às 17h – Passeio ciclístico às 16h.
Local: Sesc Faiçalville – Avenida Ipanema, nº 1.600, Setor Faiçalville – Goiânia (GO)

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Plantando atitudes

O Programa Ecos na CNC presenteou seus funcionários com um kit de papel semente de boca-de-leão (flores), vaso, terra e pá para comemorar o Dia da Árvore, em 21 de setembro. A partir de uma determinada tecnologia, é possível produzir papel artesanal e ecológico, que recebe sementes de flores, temperos, verduras e ervas medicinais durante seu processo de fabricação. O papel semente pode ser usado de acordo com o interesse da comunicação, como, por exemplo, em convites, cartões, envelopes, catálogos, pastas, etc. O plantio se dá após a utilização do papel, gerando vida, em vez de mais lixo. Do papel que se planta podem brotar lindas flores, deliciosas verduras e também ótimas ervas medicinais. Plante, cuide e colha novas atitudes!

Clique na imagem para ampliar

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Funcionários participam de campanha para o plantio de árvores


No dia 30 de agosoto, funcionários dos Departamentos Nacionais do Sesc e do Senac, participaram da campanha "Já plantou sua árvore?", promovida pelo Programa Ecos. Com quase 80 funcionários inscritos, a campanha disponibilizou mais 100 mudas nativas da Mata Atlântica, como a Pitangueira (Eugenia Uniflora) e Clúsia (Clusia Fluminensis), para serem plantadas no Condomínio Sesc-Senac, em Jacarepaguá (RJ). Ao final da campanha, os funcionários receberam seus certificados de plantio.

Funcionários Sesc/Senac com as mãos na terra!

Os principais objetivos da campanha foram sensibilizar os funcionários e informar sobre a importância das árvores, que, além de proporcionarem sombra e compor lindas paisagens, têm as importantes funções de prover alimento, conter deslizamento de encostas, purificar parte do ar que respiramos, abrigar diversos animais, entre outros serviços ambientais. Segundo Ana Cristina Pereira, funcionária do Sesc/DN, a campanha teve um resultado positivo no engajamento das pessoas:
"São ações como esta que incentivam todo o resto, quando você se sente parte de alguma coisa se sente responsável por ela também. Amei!"
Ana Cristina, plantando sua muda de Clúsia.

CLIQUE AQUI visualizar todas as fotos da campanha.


terça-feira, 9 de julho de 2013

Matéria na Revista Sesc Brasil

Leia a matéria publicada na Revista Sesc Brasil, em julho de 2013, sobre a implantação do Programa Ecos, Brasil afora:

Clique para ampliar

Celebrado em 5 de junho, o Dia Mundial do Meio Ambiente surgiu da necessidade de alertar a população e governos de cada país para os perigos da negligência em relação às questões ambientais. Foi um marco na luta pela preservação do meio ambiente, que desde então tem sido vista como uma meta mundial. As conquistas foram muitas, com a disseminação de informações que renderam ações como o aumento na reciclagem do lixo, a criação de equipamentos para economizar energia e água e até mesmo o comprometimento das nações em reduzir as emissões de carbono. No entanto, sabe-se que ainda há muito a ser feito. 

Aos poucos, a campanha em prol de um mundo melhor vem contagiando os mais diversos setores da sociedade. Escolas, condomínios, comunidades se unem em iniciativas que demonstram um maior esclarecimento sobre a questão. Uma responsabilidade que o Departamento Nacional do Sesc abraçou em 2010, com a criação do Ecos – Programa de Sustentabilidade CNC-Sesc-Senac. Lançado com o objetivo de reduzir os impactos ambientais derivados da rotina de trabalho do Condomínio de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, o Ecos começa a circular pelo país, adotado pelos Departamentos Regionais. 

Alagoas, Sergipe e Roraima já implantaram o programa, que em breve chegará a mais 20 estados. Voltado para o público interno, consiste em um conjunto de ações que visa otimizar os recursos e é aplicado aos procedimentos e atividades do dia a dia das instituições. 

O programa já alcançou resultados consideráveis. Somente em 2012, o Departamento Nacional economizou 1.272.900 copos descartáveis, 9.750 folhas de papel e 8.205 m³ de água. Houve reduções também nos gastos com papel toalha, guardanapo, sacolas e energia. No entanto, para Mario Saladini, coordenador do programa, o Ecos busca, além da economia financeira, inserir o cuidado com o meio ambiente na principal missão do Sesc: a busca pelo bem-estar social. “O Ecos aproxima o Sesc do conceito de sustentabilidade. E, hoje, o cuidado com o meio ambiente está diretamente ligado ao social.” 

Nos três Departamentos Regionais onde o Ecos foi implantado, a adesão dos servidores foi bastante positiva. Eles arregaçaram as mangas e fizeram da sustentabilidade palavra de ordem. O trabalho é coordenado por grupos gestores, formados por servidores de diferentes setores, que promovem ações locais seguindo a metodologia e indicadores padrão. 

Em Roraima, o Ecos marcou pela mudança de comportamentos. Vivian Roberta de Souza, coordenadora do grupo de gestores locais, observou a redução no uso dos copos plásticos. “Disponibilizamos a caneca do programa e é notória a preferência de todos pelo uso dela. Essa mudança de hábito desencadeia outras mudanças. Um exemplo disso é que a diminuição do uso dos copos reduziu o uso de sacos de lixo”, explica. 

Em Alagoas, a caneca verde com a inscrição “Não sou descartável” também fez sucesso e resultou na criação do Espaço Ecos – uma área construída especificamente para a lavagem desses utensílios com sabão biodegradável. No local, também há um jornal mural, onde são divulgados semanalmente dicas e informações úteis sobre sustentabilidade. “Nós desenvolvemos projetos ecológicos para o público externo, mas essa é a primeira vez que implementamos um projeto focado no ambiente de trabalho. O Ecos confirma o nosso compromisso ideológico com o meio ambiente”, destaca Cléa Costa, gestora de Saúde e Lazer e coordenadora do grupo do Sesc em Maceió. 

Em Sergipe, foram realizadas palestras pela ONG Canto Vivo e montada uma horta vertical com garrafas PET. Os servidores são tão engajados que as ações do Ecos já transcendem o ambiente de trabalho. “Percebemos uma mudança de comportamento dos funcionários, introduzindo na sua família uma consciência crítica em relação ao consumo consciente, preservação do meio ambiente e responsabilidade socioambiental”, comemora Clarissa Rocha, designer gráfica e membro do grupo gestor em Aracaju

Fonte: Jornal Sesc Brasil

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Programa Ecos realiza campanha contra o desperdício de alimentos




Em comemoração à Semana Mundial do Meio Ambiente, o Programa Ecos aderiu à campanha “Pensar. Comer. Conservar. Diga não ao desperdício”, promovida pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). A campanha, com foco nos funcionários dos Departamentos Nacionais do Sesc e do Senac, alerta para o desperdício de 1,3 bilhão de toneladas de comida por ano em todo o mundo e traz informações para evitar o desperdício, reduzir o impacto ambiental e poupar os recursos naturais.

Para sensibilizar os funcionários acerca dessa problemática, todos os restos ingestos deixados nos pratos no Restaurante Sesc-Senac foram pesados (desconsiderando guardanapos e ossos), contabilizando o total de aproximadamente 680 quilos por mês (suficiente para alimentar 1.133 funcionários na hora do almoço). Esse quantitativo foi materializado em uma pirâmide de alimentos, montada na entrada do restaurante.

Pirâmide do desperdício

Além das ações que aconteceram no restaurante, os funcionários tiveram a oportunidade de participar de outras atividades, como:

DIAS 3, 4 E 5/6 – DEGUSTAÇÃO DE ALIMENTOS APROVEITADOS INTEGRALMENTE
Com a finalidade de aproveitar partes do alimento que tradicionalmente eram descartadas no lixo (folhas, cascas, entrecascas, talos e sementes), foi realizada uma degustação de receitas que aproveitam essas sobras, como, por exemplo: bolo de casca de abóbora, suco de talo de couve com limão, doce de casca de melancia, hamburguinho de casca de abobrinha e soja, biscoito com sementes de mamão, bolo de casca de banana com canela e croquete de casca de cenoura.

Degustação de alimentos aproveitados integralmente

DIA 5/6 – PALESTRA “COMO EVITAR O DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS”
A coordenadora do programa Mesa Brasil Sesc, Cláudia Marcia Roseno e o gerente de saúde do Sesc Irlando Tenório Moreira realizaram uma palestra para apresentar dados sobre o desperdício de alimentos no mundo e como evitá-lo. O Mesa Brasil Sesc tem como missão contribuir para segurança alimentar e nutricional dos indivíduos em situação de maior vulnerabilidade e atuar na redução do desperdício, mediante a doação de alimentos, desenvolvimento de ações educativas e promoção de solidariedade social em todo o país.

Cláudia Márcia Roseno – Coordenadora do Mesa Brasil Sesc

DIA 6/6 – PALESTRA “IMAGENS HUMANAS”
O premiado fotógrafo brasileiro João Roberto Ripper comentou as fotos de seu trabalho intitulado “Imagens Humanas”, em defesa dos direitos humanos. Ripper tem como proposta profissional colocar a fotografia a serviço das pessoas e comunidades. É o que chama de “fotografia compartilhada” onde o fotografado sabe o que o fotógrafo está fazendo, por que está fazendo e participa do processo. 

Clique aqui e conheça o trabalho do fotógrafo.

Foto: João Roberto Ripper

Com o objetivo de difundir as boas práticas, o Programa Ecos foi convidado a palestrar na Semana Mundial de Meio Ambiente – PUC Rio e no 4º Seminário Anapolino de Educação Ambiental.

4º Seminário Anapolino de Educação Ambiental

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Alagoas lança Programa Ecos

Grupo Gestor - Programa Ecos - DR/AL
Auditório Sesc Alagoas

Ontem, dia 11 de abril, o Departamento Regional do Sesc em Alagoas lançou o Programa Ecos em sua sede administrativa. Com o auditório praticamente lotado, o evento contou com os discursos do presidente da Fecomercio/AL, Wilton Almeida, e o do Diretor Regional do Sesc, Willys Albuquerque, além da palestra do representante do Departamento Nacional do Sesc e da apresentação do grupo gestor local e seu plano de ação.

Wilton Almeida - Presidente Fecomercio/AL
Willys Albuquerque - Diretor Regional Sesc Alagoas

Com um grupo gestor bastante motivado, o DR/AL está executando as ações previstas no plano de ação. Uma dessas ações foi a criação e inauguração do Espaço Ecos - uma copa construída especificamente para lavagem dos copos e xícaras, distribuídas no período da tarde a todos os servidores (para redução do consumo de descartáveis). Nesse espaço, também foram criados locais para a divulgação, semanal, da seção ecos (com dicas e informações úteis sobre sustentabilidade.

Mario Saladini - Sesc/Departamento Nacional
Espaço Ecos

terça-feira, 19 de março de 2013

Programa Ecos em Sergipe realiza ação de conscientização

Grupo de teatro motivacional Iacema

O Sesc promoveu na manhã da última quinta-feira, 14/03, na sede administrativa, uma ação de sensibilização junto aos colaboradores durante a entrega do kit Ecos, composto por bolsa, canecas e bloco de notas reutilizáveis. O material foi doado pelo Departamento Nacional do Sesc, com a finalidade de contribuir para trabalho que vem sendo realizado desde março do ano passado, quando foi implantado o plano de sustentabilidade do Programa Ecos.


Através de uma intervenção bem humorada, figurino temático e informações sobre o uso consciente dos recursos naturais, os atores do grupo Iacema de Teatro visitaram todos os setores, fazendo a distribuição do material ecoeficiente e o convite, para os colaboradores participarem do primeiro Momento Ecos de 2013, ocorrido na tarde do mesmo dia, no auditório da Sede, com a participação da diretora regional, Excelsa Machado, que abriu oficialmente os trabalhos deste ano.

Rita Simone coordenadora do Programa Ecos em Sergipe
Na oportunidade a coordenadora do Programa Ecos em Sergipe, Rita Simone Barbosa Liberato, apresentou os resultados de 2012 e o balanço positivo das ações implantadas, visando nessa primeira fase à diminuição dos gastos com material descartável, consumo de energia elétrica e de água, bem como a implantação de ações relacionadas à sensibilização dos funcionários a exemplo da instalação da horta vertical que contou com a participação de um percentual significativo de colaboradores. "A ideia é chamar a atenção para o tema e movimentar os funcionários, incentivando-os a adotar boas práticas de sustentabilidade dentro e fora do ambiente de trabalho", disse a diretora.

Diretora Regional do Sesc, Excelsa Machado
Para os colaboradores o Momento Ecos além de trazer informação, promove à integração e desperta a vontade de realizar e se engajar em atividades relacionadas à preservação do meio ambiente. "Hoje, observo o desperdício com outros olhos. Fico atento à luz acesa, a torneira aberta ao uso desnecessário de material descartável: tudo mudou e agora procuro passar a importância desses cuidados para os amigos e familiares", revelou Tânia Oliveira.

"Fico feliz em perceber o quanto estamos mudando nossa mentalidade após a implantação do Programa Ecos. Conseguimos reduzir o consumo, não sentimos falta do copo descartável e ainda temos durante o dia a nossa hortinha para regar. Isso nos aproximou ainda mais, pois temos algo em comum para cuidar", ressaltou Edilma Novais.

Fonte: Sesc Sergipe – site institucional

terça-feira, 12 de março de 2013

Sesc em Pernambuco é exemplo em reaproveitamento de materiais

O Sesc em Pernambuco há tempos se preocupa com as questões ambientais, principalmente, com relação à destinação dos resíduos e otimização dos recursos disponíveis. A diversas unidades espalhadas pelo estado desenvolvem trabalhos que reaproveitam materiais que, normalmente, iriam parar nos lixões ou aterros sanitários.

Tudo é reaproveitado, desde bombonas de plástico, vasilhames de vidro, latas, embalagens de ketchup até restos de comida. No Sesc Casa Amarela, por exemplo, há uma área específica para lavagem e armazenagem desses materiais que, após a intervenção dos funcionários, são aproveitados pela própria instituição (uma opção criativa e ambientalmente correta de se reduzir custos).

O trabalho deu tão certo que os funcionários criaram uma linha de produtos chamada Ecos, que utilizada apenas materiais reaproveitados. Confira abaixo alguns dos produtos criados:


Sabonetes feitos com óleo de cozinha reaproveitado.

Fichário recondicionado com tecido chita.

Porta-retrato feito com carteirinhas devolvidas pelos
usuários do Sesc.

Bancos feitos com bombonas de cloro. Dentro dos bancos é
possível guardar diversos materiais.

Sacolas e estojos feitos com banners reaproveitados.

Potes e latas decoradas.

Bolsa feita com embalagens de resmas de papéis ofício.

Puff feito com pneus velhos.

Bolo feito com casca de banana – Aproveitamento
Integral de Alimentos

Canos de PVC reutilizados para construção
de horta vertical.



sexta-feira, 8 de março de 2013

Sesc em Roraima lança Programa Ecos


No dia 5 de março de 2013, o Departamento Regional do Sesc em Roraima, após o cumprimento das cinco etapas de implantação, realizou, no Centro de Atividades Sesc Mecejana, o lançamento do Programa Ecos. O evento contou com o discurso do diretor regional do Sesc, Kildo Albuquerque, com a palestra do representante do Departamento Nacional do Sesc, Mario Saladini, e, por fim com a apresentação dos integrantes do grupo gestor do programa no DR/RR.


Com a presença dos servidores da sede administrativa, o grupo gestor apresentou dados referentes ao consumo de energia, água, copos descartáveis e papéis, com os objetivos de informar metas a serem alcançadas, bem como sensibilizar e mobilizar todos os colaboradores.

Após as apresentações, os participantes do evento puderam conferir a exposição do artista plástico Adriano Bezerra. O artista de Caracaraí (RR) desenvolveu uma técnica para, a partir do reaproveitamento de latas de refrigerantes e cervejas, construir móveis. Fundador da MEA – Movéis Ecológicos da Amazônia, Adriano registrou a patente dos "modelos de entrançados de quadrados e colunas” no Instituto Nacional de Produção Industrial (INPI).



O negócio parece caminhar bem: ano passado a MEA foi legalmente formalizada e já produziu, sob encomenda, aproximadamente 500 peças, entre mesas, cadeiras, lixeiras, bancos, fruteiras, racks, entre outros.


quinta-feira, 7 de março de 2013

Departamento Regional em Pernambuco realiza segunda etapa de implantação do Programa Ecos

No período de 18 a 21 de fevereiro de 2013, aconteceu o treinamento do grupo gestor do Ecos no Departamento Regional do Sesc em Pernambuco. Com a participação de todos os integrantes do grupo e representantes da unidades operacionais, foi realizada uma introdução conceitual sobre sustentabilidade corporativa, inserindo o Sesc no contexto socioambiental contemporâneo.

Grupo gestor do Programa Ecos – DR/PE

O treinamento foi dividido, basicamente, em dois momentos: no primeiro, os objetivos foram sensibilizar e informar sobre o cenário de crise ambiental em que nos encontramos atualmente. No segundo momento, foram apresentados todos os procedimentos inerentes à sistematização do Programa Ecos no Departamento Regional em Pernambuco, para que os participantes visualizassem a materialização da teoria na prática.

Segundo a maioria dos 29 participantes, o curso obteve ótima avaliação, nos quesitos conteúdo do curso, forma de apresentação das aulas e carga horária. Segue abaixo o resultado geral da avaliação: